Fenomenologia da Percepção Extracorpórea – Análise de Experiências Fora do Corpo

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Autor:

Gabriel Teixeira de MedeirosI e Fernando de Almeida Silveira

Publicação:

Rev. abordagem gestalt. vol.21 no.2 Goiânia dez. 2015

Tipo:

Artigo

Idioma:

Português

Data:

2015/12

Diversos autores apontam conceitos e etiologias para o fenômeno de Experiências Fora do Corpo (EFC). O presente artigo objetivou descrever e analisar as EFC a partir da experiência do vivido, elencando diferentes experiências denominadas EFC, comparando-as entre si e com o conceito científico de EFC, e investigando os sentidos dados a estas, bem como seu papel na vida cotidiana daqueles que alegam praticá-las, de modo a explorar as variedades de experiências rotuladas como EFC. Treze sujeitos foram entrevistados quanto a suas experiências, crenças e a consequência das EFC em suas vidas. Utilizou-se a análise de conteúdo, adotando Merleau-Ponty como principal referencial teórico para a interpretação dos dados. Os relatos de EFC foram divididos em dois grupos: aqueles que têm convicção da natureza espiritual destas – e que, assim, relataram experiências com presença de seres espirituais que os auxiliaram – e aqueles ressabiados de suas percepções – que se mantiveram céticos e, quando em EFC, permaneceram nos cômodos onde estavam fisicamente. Contudo, em ambos os casos, a experiência possuía um papel importante no entendimento e no modo de ser no mundo de tais sujeitos, sendo utilizada como coping para questões desde doenças crônicas, com risco de morte; ao desinteresse pela vida.

Outros conteúdos