Perceba o que Você Pensa e Descubra Quem Você É

Perceba-o-que-Você-Pensa-scaled

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Autor:

Fátima Alves

Tudo que pensamos gera energia. Quando estamos pensando, além de gerar formas-pensamento no ambiente, atraímos para nossa vida exatamente o padrão daquilo que estamos criando energeticamente. O que eu penso é o que eu sou, e o que eu sou é o que eu transmito. Se somos seguros, passamos segurança, se somos agressivos, passamos agressividade, se somos mal-humorados, passamos mau humor; e é exatamente com isso que nos encontraremos em nossa vida.

Analisemos nosso padrão de pensamento (que necessariamente também é nosso padrão de energia). Se o padrão for de má qualidade, perceba que não conseguimos ficar perto de pessoas que tenham um outro padrão. Por que isso acontece?
Simples. Porque a pessoa que possui um padrão melhor, uma energia positiva e de qualidade, quer distância de um padrão ruim.

Observemos que tipos de pensamento temos a maior parte do tempo. Um exercício eficaz para perceber se estamos sendo produtivos ou parasitas. Nossos pensamentos traduzem exatamente o que nós somos.

Exemplos de padrão de baixa qualidade: fazer julgamentos e pensar mal dos outros; acreditar que somos sempre a vítima; achar que nunca temos culpa por nada, as outras pessoas é que não prestam; achar que somos mal compreendidos pelo mundo; sentir inveja, ciúme, raiva…

Exemplos de padrão de boa qualidade: pensar em projetos; descobrir maneiras de ajudar alguém; pensar em como ser melhor em relação a determinadas atitudes; assumir que somos responsáveis pelos nossos atos; pensar em formas de mudar nosso comportamento; prestar atenção em pensamentos não saudáveis e evitá-los por força da vontade; ser afetuoso e carinhoso….

Parece difícil? Mas é possível. Nós podemos mudar o mundo pela força da vontade, mas primeiro temos que mudar a nós!

Pensamentos desordenados e não saudáveis atraem consciências do mesmo padrão. Amparadores espirituais se afastam no mesmo instante que a pessoa tem um pensamento ruim, pois a energia muda na hora e, por dissonância energética, eles se afastam.

Pessoa fechada dentro de si, limitada, restritiva, que não tem disponibilidade e boa vontade para com os outros produz um péssimo padrão energético à sua volta.

O que atrai amparo espiritual é a boa vontade e dedicação em ser melhor e trabalhar para isso. Não adianta ficar dizendo “eu quero ser melhor, eu quero ser melhor, mas eu tenho muita dificuldade”. Essa pessoa provavelmente vai passar muitas encarnações nessa ladainha.

Quem quer mudar realmente, muda. Tudo vai depender do maior ou menor empenho em direção a essa mudança.

Olhe as pessoas à sua volta e use sua energia mental para pensar em como ajudar, como fazer uma tarefa de maneira mais eficiente. Dê um sorriso, uma palavra positiva, um incentivo, uma orientação, uma dica.

Essas pequenas atitudes geram energias muito boas, cativam a simpatia das pessoas, atraem amparadores e fazem com que nosso dia a dia fique muito mais leve e positivo.

Outros conteúdos