A importância dos bons pensamentos

A importância dos bons pensamentos_Artigo Fátima Alves

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Autor:

Fátima Alves

Uma vida feliz, satisfatória e harmônica começa no pensamento. Se você quer comprar uma casa, por exemplo, automaticamente, já vai formando em sua mente a imagem dessa casa. Imagina o formato, os cômodos, os móveis, a família feliz em volta da mesa de jantar, os amigos e por aí afora. É o sonhar acordado. O que você está fazendo, na realidade, é a construção dessa casa no plano astral. Isso mesmo. Todo pensamento é energia. Se você quer muito alguma coisa e fica visualizando aquilo com muita vontade, você começa a dar forma a esse desejo no plano astral até que chega um momento que ele se materializa no plano físico.

Isso acontece também com os “desejos negativos”. Por incrível que pareça eles existem. Imagine uma pessoa muito pessimista que acorda um dia com uma mancha vermelha no braço. O primeiro pensamento dela é que aquela mancha pode ser uma doença grave que ela não sabia que tinha e que começou a se manifestar a partir daquele momento. Ela não pensa que pode ter sido apenas um pernilongo que a picou durante a noite. Não. Não foi o pernilongo. É algo grave. Se essa pessoa não tomar cuidado, ela pode realmente desenvolver alguma doença que não existia antes simplesmente com a força de seus pensamentos negativos.

Nosso subconsciente não sabe diferenciar uma imagem mental real de uma imagem mental “ilusória”. Se você ficar repetindo para você mesmo todos os dias que você é um incapaz e que não faz nada direito, seu sub-consciente vai registrar essas informações e dizer “ok. Você é incapaz e não faz nada direito”. E aí, quando você for executar alguma atividade, você provavelmente vai errar ou vai ter dificuldades de efetuar aquilo. Ora. Foi você mesmo que fez essa afirmação e deu essa ordem. Seu subconsciente só executou.

Visualize nesse exato momento você caminhando até sua geladeira. Abra a geladeira e pegue um limão bem verdinho e suculento. Corte esse limão ao meio. Pegue uma das partes desse limão e leve até a boca.

Provavelmente (99% de chance) você teve salivação e sentiu o azedo do limão na sua boca. Como pode? Esse limão não era real, no entanto, você teve uma reação física real. Esse é um exemplo simples que comprova que seu subconsciente não diferencia um limão real de um limão imaginário.

Então, sabendo que o seu subconsciente é um fiel executor, aprenda a ter bons pensamentos e repetir para você mesmo frases afirmativas que te levem a um bom padrão de energia e autoestima. Use esse conhecimento em seu benefício.

Claro que você não vai se tornar um excelente marceneiro deitado na rede, apenas visualizando-se trabalhar. Nem vai conseguir elevar o saldo bancário com o poder do seu subconsciente. Mas você pode conseguir ser um profissional exemplar ou ter um saldo bancário elevado se você trabalhar e se dedicar, usando como aliado o potencial que você tem à disposição em você mesmo.

Trabalhe a seu favor e não contra você. Você pode ser um ótimo profissional. Acredite nisso, repita frases positivas, como “eu posso fazer isso e vou fazer o meu máximo melhor, com todo meu empenho”. E saia paraluta. Você vai perceber que usando seus bons pensamentos em seu favor, você alcança os resultados com muito mais rapidez e o percurso para chegar ao objetivo se torna muito mais prazeroso.

Os bons pensamentos são importantes também para manter o seu padrão energético num nível positivo e de qualidade. Um bom padrão de energia afasta espíritos negativos que querem te prejudicar e roubar suas energias.

Experimente fazer um exercício tendo bons pensamentos no seu dia a dia. Um exemplo: você está dirigindo no trânsito. De repente, um carro entra na sua frente, sem aviso prévio. Em vez de ficar nervoso e xingar o motorista, experimente pensar positivamente: “ele não fez de propósito, talvez esteja distraído e entrou na minha frente sem perceber”. Ou então leve para o bom humor: “esse aí é apressadinho, né?” Não permita que situações corriqueiras e sem importância exerçam influência negativa na sua vida. Use todos os recursos positivos que você conhece em seu favor e a favor de seus semelhantes. Seja alegre e leve alegria também para as pessoas à sua volta. Sua vida vai ficar muito mais leve e feliz!

Outros conteúdos