respeito

Respeitar o próximo

Por em Comportamento e Espiritualidade.

Somente respeitamos verdadeiramente o outro quando o aceitamos da forma como ele é. Aceitar é permitir a máxima manifestação, sem controles ou manipulações. E para aceitar plenamente o outro precisamos ter maturidade espiritual. Atualmente, vivenciamos poucos elementos de espiritualidade nas relações e, como conseqüência, lutamos uns contra os outros. Agir respeitando a tudo e a todos é o resultado da própria evolução. É ter disposição para dar e receber e não julgar. É ter a capacidade de reconhecer a importância do outro, aprendendo a respeitar as diferenças, consciente de que tudo o que fazemos tem uma conseqüência, para o bem ou para o mal.

Quem respeita, compreende e aceita tudo e todos conhece a importância de cada atitude e passa a zelar por seus atos e palavras, procurando fazer de sua vida um exemplo de respeito ao próximo. Assim, a pessoa sempre age de forma responsável, com cooperação, solidariedade, cultivando valores espirituais e relacionamentos cosmoéticos, baseados no amor e no respeito mútuo.

É por meio dos relacionamentos que evoluímos espiritualmente. Ninguém evolui sozinho, em uma ilha deserta. Nós nos enxergamos no outro. Somos mais de seis bilhões de pessoas na Terra e cada pessoa é um composto energético diferente. Devemos aprender a respeitar os que diferem dos nossos valores, opiniões e atitudes, reconhecendo os limites e as possibilidades pessoais e alheias. Nós criamos relacionamentos a todo momento: em casa, no trabalho, na vida social.

O padrão energético dos nossos relacionamentos exerce uma forte influência sobre nossa saúde física e emocional. Manter relacionamentos saudáveis, baseados em amor e respeito mútuo nos ajuda a estabilizar as nossas energias. Somos o resultado de tudo o que pensamos, fazemos e sentimos. Para cada pensamento emitimos uma energia mental e para cada sentimento uma energia sentimental. Quando pensamos mal de alguém, sentimos raiva e praticamos a maledicência, produzimos energias densas e comprometemos o nosso padrão energético. Quando isso acontece, nós somos os primeiros prejudicados, pois parte dessa energia permanece conosco, favorecendo a aproximação de assediadores espirituais. Portanto, o respeito mútuo começa com o respeito próprio.

Nos ambientes profissionais, o respeito começa na liderança. Um líder que respeita a individualidade das pessoas da equipe permite que cada um manifeste o seu máximo melhor. Dessa forma, o trabalho se desenvolve de maneira harmônica e é na soma das diferenças que se constrói o sucesso da equipe. Esse ambiente de trabalho é baseado na confiança, na cooperação e no respeito às diferenças individuais.

Respeito é o valor que nos move a tratar o outro com atenção, consideração e importância. Respeito gera respeito. Portanto, quando agimos dessa forma levamos o outro a fazer o mesmo e é assim que construímos o respeito mútuo. É preciso se respeitar. Quem não se respeita, não inspira o respeito do outro. Respeito é fundamental em todas as nossas relações e em todos os momentos.