Cura

Curas físicas e espirituais

Por em Bioenergias, Comportamento e Espiritualidade.

As doenças começam sempre nos pensamentos e sentimentos. Enquanto estamos pensando em coisas positivas, expansivas, felizes, saudáveis, boas, produzimos coisas boas em nosso universo energético. Se, por outro lado, pensamos coisas negativas e alimentamos ódio, raiva, inveja, ciúmes, teremos que conviver com todos os reflexos energéticos.

O processo das energias que causam as doenças físicas acontece da seguinte forma: quando sentimos raiva, uma parte dessa energia é emitida para o ambiente e a outra parte fica conosco, é uma energia densa, real. Essa energia, acumulada nas diversas situações de raiva, em todas as vidas, pode gerar doenças. É um processo cumulativo. Começa no sentimento, no pensamento e passa a ser um processo energético, emocional, até a materialização no corpo físico. Essa energia acumulada tem um percurso. Antes de se tornar uma doença física, causa dificuldades nos relacionamentos, atrapalhando o processo de evolução espiritual.

A saúde deve ser semeada todos os dias. Nós criamos a felicidade, assim como criamos a tristeza. Quem acredita não ser capaz de realizar determinada coisa, já está criando um bloqueio. A doença não é criada pelo outro, não é um castigo, não aparece por acaso. Vamos criando a doença até ela se manifestar em determinado momento. Pensamentos de raiva, ransos, conflitos internos e depressões causam bloqueios emocionais.

Esses bloqueios se cristalizam através de comportamentos repetitivos e toda essa energia vai se acumulando nos chacras. Nossas energias devem ser exteriorizadas, não devemos travar os processos energéticos. Para isso, precisamos aprender a lidar com as mais diversas situações e manifestar os pensamentos e sentimentos com assertividade.

Tudo tem causa e efeito. Quem pratica sinceridade e amor não abre espaço para a doença. Um comportamento cosmoético, com continuidade, atrai amparadores e melhora a condição física e espiritual.